sábado, 16 de julho de 2016

Manga Ubá de Minas ( Mangifera indica )

MANGA UBÁ de MINAS

( Mangifera indica )

Patrimônio imaterial de uma Cidade, e de um Estado


Esta fruta mineirinha de natureza, faz sucesso tanto para consumo in-natura, como nas mais diversas formas culinárias. Árvore rústica e muito produtiva, de rápido crescimento e frutificação.

Não se sabe se a Cidade de Ubá ou a Manga veio primeiro, porém todo mineiro e todos que experimentam adoram esta manga! Quem ainda não provou, corra para MG ou plante uma muda desta espécie.

O Viveiro Ciprest de Limeira, SP comercializa mudas desta espécie, para saborear in-natura ou fazer deliciosos pratos e sucos. www.ciprest.com.br  

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Tamanho dos frutos

Detalhe dos frutos








Considerada uma dos melhores cultivares de manga do Brasil.

O suco desta espécie é muito doce, e considerado pela indústria uma das melhores polpas, tendo grande concentração de açúcar.



Chutney, de manga verde
Retirado de: come-se.blogspot.com 

Abaixo, materia publicada em Blog, sobre a Mangada de Ubá, pratimonio imaterial da Cidade de Ubá, desde 13 dezembro de 2003.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

MANGA UBÁ E RECEITA DE MANGADA


Patrimônio Municipal de UBÁ

Ubá tem a mangada mais saborosa do brasil, amarela como o ouro, como um manjar do céu, nasceu com D.Risoleta de Sousa em 1973. Em visita a Ubá em 1976, Carlos Drumond de Andrade, foi presenteado com algumas barras de mangada Ubaense.
O poeta agradeceu a gentileza da doceira mineira, enviado-a o seguinte cartão: 

'Rio, 21 de Janeiro de 1976.

Cara D. Leleca: Que sabor de infância, que sabor de Minas, no seu doce de manga! 
Adorei o presente delicado.`Só ficamos tristes, eu e minha mulher poque não estávamos em casa, quando o Saulo nos trouxe esta deliciosa encomenda. 

Gratíssimo 

Carlos Drumond de Andrade.'' 

*geralmente vendida nas feiras nos meses de novembro e janeiro.

RECEITA DE MANGADA

-25 mangas Ubá firmes e maduras raladas, tirando toda a polpa e desprezando os caroços. 
-250 g de açúcar. 
-1 limão--caldo 

Modo de Fazer:

Lavar as mangas e descascar.Ralar em filetes--ralo inox. 
Coar em peneira de bambú (taquara). Colocar a massa no tacho de cobre e levar ao fogo com o caldo de limão, sem o açúcar, deixando secar bem.Depois vá colocando o açúcar e mexendo aos poucos para não espirrar. 

Ponto do doce--desgrudando do fundo do tacho, indo para os cantos do mesmo.Deixar em ponto+ firme, se quiser cortar. No outro dia embrulhe no papel celofone.

obs: Tirar logo o doce do tacho para que não mude o sabor e para evitar também substâncias tóxicas que pode ser liberadas do cobre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário