terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Cajá Mirim ou Taperebá ( Spondias mombin )

CAJÁ MIRIM ou TAPEREBÁ

( Spondias mombin ) - RNC 24628


Nativo da Floresta Amazônica e da Mata Atlântica, o Cajá Mirim ou Taperebá é uma árvore de médio a grande porte que produz pequenos frutos, de excelente sabor doce acidulado. Podem ser consumidos in-natura, sucos, geleias e sorvetes.

Ótima opção de frutífera de poucos cuidados para se ter nos pomares. Na região Nordeste do Brasil é cultivada em pomares para obtenção de polpa destinada a fabricação de sucos e sorvetes. Planta com atributos medicinais.

Árvore de fácil cultivo, aceita a maioria dos solos. Apesar de gostar de regiões de clima quente e úmido, suporta muito bem solos secos. Começa a frutificar de 3 a 4 anos após o plantio da muda.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos cortados

Detalhe dos frutos colhidos na região de Limeira-SP

Detalhe dos frutos

Dimensões dos frutos

Sorvete de Cajá produzido pela Kibon

Polpa de Cajá produzida pela Brasfrut




segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Cipó Alho ( Mansoa alliacea )

CIPÓ ALHO

( Mansoa alliacea )


O Cipó Alho é uma trepadeira nativa do Brasil presente em todas as regiões tropicais do Brasil, com enfase na floresta Amazônica. Planta muito ornamental, é uma ótima opção para uso no paisagismo devido a sua belíssima floração.

Seu nome se deve ao sabor e aroma de suas folhas e flores, que são praticamente idênticas ao alho. Sendo assim, esta planta pode ser utilizadas como substituto do alho nos mais diversos pratos e receitas culinárias.

Conhecido a muito tempo no exterior como Garlic Vine, seu uso alimentício já é bem disseminado em outros países. Recentemente começou a ser utilizado para fins alimentícios no Brasil, sendo considerado uma PANC ( Planta Alimentícia Não Convencional).

Trepadeira de fácil cultivo, gosta de solos férteis e úmidos, porém com boa drenagem. Deve ser plantada junto a um suporte como cercas, alambrados, pérgolas ou muros para auxiliar seu crescimento.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja o vídeo abaixo:



Veja mais fotos abaixo:


Cipó Alho florescendo abundantemente em nosso viveiro em Limeira-SP

Detalhe da florada em vários tons de roxo e branco

Detalhe de flores e folhas de Cipó Alho coletados na Ciprest em Limeira-SP


domingo, 26 de fevereiro de 2017

Maça Fuji ( Malus pumila )

MAÇÃ FUJI

( Malus pumila )


Uma das principais variedades de maçãs cultivadas e comercializada no Brasil, a Maçã Fuji foi desenvolvida na década de 30 no Japão, e logo alcançou enorme sucesso, sendo que atualmente é cultivada em diversos países.

Apresenta frutos doces, crocantes e suculentos, de ótimo sabor. Além da excelente qualidade, os frutos possuem bom prazo de validade, mesmo estando sem refrigeração, perante as demais variedades de maçã. São ótimos para consumo in-natura, sucos, geleias, tortas, sovertes e doces. 

Planta muito ornamental, possui linda florada. Ótima para ser cultivada em jardins ou em pomares. Frutifica de outubro a dezembro. Arvoreta de pequeno a médio porte, não chega a mais de 5 metros de altura quando não podada.

É aconselhável realizar uma poda anual em julho, e logo em seguida envergar os galhos nos primeiros anos após o plantio da muda. Com esses procedimentos, a planta produzirá frutos maiores e em maior quantidade. Também realizando podas pode ser cultivada em vasos facilmente.

Planta de fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Gosta de solos férteis e úmidos, porém com boa drenagem. Inicia a frutificação de 1 a 2 anos após o plantio da muda.

Atenção - Dica importante!

Em certas épocas do ano, principalmente no outono e no inverno, a macieira perde a maioria, se não, todas as folhas. Este é um processo totalmente natural, de grande importância para a planta. Algum tempo após perder as folhas, inicia-se a floração, e se a planta estiver adulta, começa a frutificar. Depois, geralmente na primavera, haverá brotação de novas e vigorosas folhas. Então não se assustem se as mudas/plantas parecerem "mortas" nesse período!

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe do fruto cortado

Detalhe da florada





sábado, 25 de fevereiro de 2017

Araticum Cortiça Amarelo Crespo ( Annona neoinsignis )

ARATICUM CORTIÇA AMARELO CRESPO

( Annona neoinsignis )


Espécie de araticum muito raro nativo da Mata Atlântica e da Floresta Amazônica. Produz lindos frutos amarelos alaranjados de casca crespa, de sabor agradável. Podem ser consumidos in-natura, sucos e sorvetes.

Árvore de pequeno a médio porte, chega no máximo a 6 metros de altura. Frutifica Fevereiro a Abril, porém pode ocorrer outras frutificações durante o ano. Seus frutos são atrativos para diversos pássaros.

Planta de fácil cultivo, aceita a maioria dos solos. Deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Ótima espécie para uso em reflorestamentos.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:

Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Detalhe da penca de frutos





sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Maça Ana ( Malus pumila )

MAÇÃ ANA

( Malus pumila )


Variedade de frutos alongados e de maturação precoce, a Maçã Ana produz frutos doces, graúdos e saborosos. Ainda pouco cultivada em escala comercial, porém é uma das variedades mais adaptadas para regiões de clima quente, sendo assim, frutifica em praticamente todo o Brasil. Seus frutos podem ser consumidos in-natura, sucos, geleias, tortas, sovertes e doces. 

Planta muito ornamental, possui linda florada. Ótima para ser cultivada em jardins ou em pomares. Frutifica de outubro a dezembro. Arvoreta de pequeno a médio porte, não chega a mais de 4 metros de altura quando não podada.

É aconselhável realizar uma poda anual em julho, e logo em seguida envergar os galhos nos primeiros anos após o plantio da muda. Com esses procedimentos, a planta produzirá frutos maiores e em maior quantidade. Também realizando podas, pode ser cultivada em vasos facilmente.

Planta de fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Gosta de solos férteis e úmidos, porém com boa drenagem. Inicia a frutificação de 1 a 2 anos após o plantio da muda.

Atenção - Dica importante!
Em certas épocas do ano, principalmente no outono e no inverno, a macieira perde a maioria, se não, todas as folhas. Este é um processo totalmente natural, de grande importância para a planta. Algum tempo após perder as folhas, inicia-se a floração, e se a planta estiver adulta, começa a frutificar. Depois, geralmente na primavera, haverá brotação de novas e vigorosas folhas. Então não se assustem se as mudas/plantas parecerem "mortas" nesse período!

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe do fruto cortado

Detalhe dos frutos

Detalhe da florada


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Maça Gala ( Malus pumila )

MAÇÃ GALA

( Malus pumila )



Uma das principais variedades de maçãs cultivadas e comercializadas no Brasil, a Maçã Gala apresenta frutos de tamanho médio, com polpa muito doce e saborosa. São ótimos para consumo in-natura, sucos, geleias, tortas, sovertes e doces. 

Planta muito ornamental, possui linda florada. Ótima para ser cultivada em jardins ou em pomares. Frutifica de outubro a dezembro. Arvoreta de pequeno a médio porte, não chega a mais de 5 metros de altura quando não podada.

É aconselhável realizar uma poda anual em julho, e logo em seguida envergar os galhos nos primeiros anos após o plantio da muda. Com esses procedimentos, a planta produzirá frutos maiores e em maior quantidade. Também realizando podas pode ser cultivada em vasos facilmente.

Planta de fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Gosta de solos férteis e úmidos, porém com boa drenagem. Inicia a frutificação de 1 a 2 anos após o plantio da muda.

Atenção - Dica importante!

Em certas épocas do ano, principalmente no outono e no inverno, a macieira perde a maioria, se não, todas as folhas. Este é um processo totalmente natural, de grande importância para a planta. Algum tempo após perder as folhas, inicia-se a floração, e se a planta estiver adulta, começa a frutificar. Depois, geralmente na primavera, haverá brotação de novas e vigorosas folhas. Então não se assustem se as mudas/plantas parecerem "mortas" nesse período!

Mudas desta variedade são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe da florada



quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Uva Isabel Preta ( Vitis labrusca )

UVA ISABEL PRETA

( Vitis labrusca )


Uma das principais variedades de uva cultivadas no Brasil, a Uva Isabel Preta ou Uva Santa Isabel, apresenta frutos de bela coloração preta azulada, que são consumidos in-natura, sucos, geleias, doces e vinhos.

Variedade de uva que apresenta frutos de polpa doce e sucosa. Muito produtiva e resistente a pragas, frutifica de Dezembro a Março.

Planta trepadeira, deve ser conduzida junto a cercas ou caramanchões, para formar as parreiras. De fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol. Mudas enxertadas começam a frutificar em menos de 1 ano após o plantio.

Mudas enxertadas de Uva Isabel Preta são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos cortados

Detalhe dos frutos

Dimensões dos frutos

Detalhe penca de frutos




terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Limão Galego ou Galeguinho ( Citrus aurantifolia )

LIMÃO GALEGO ou GALEGUINHO

( Citrus aurantifolia )


Uma das variedades de limoeiro mais apreciado, o Limão Galego, também conhecido como Galeguinho produz frutos de tamanho pequeno em grande quantidade. De formato arredondado, possui casca mais fina e polpa muito suculenta. É um dos melhores para preparo e uso em limonadas, sucos, caipirinhas, sorvetes e temperos.

Planta de pequeno porte com formato arbustivo, ou de pequena arvoreta, não passa de 4 metros de altura. Pode ser facilmente cultivado em vasos.  Produz lindas flores brancas perfumadas antes da frutificação.

Variedade introduzida a muito tempo no Brasil, é cultivado desde pequenos pés em chácaras, até grandes plantios comerciais. Frutifica mais que uma vez no ano.

Planta muito rústica e de fácil cultivo. Podas esporádicas são bem vindas para revigorar a planta e aumentar a produção de frutos. Deve ser plantado a pleno sol ou meia sombra. Gosta de solos férteis e úmidos, porém com boa drenagem.

Mudas enxertadas desta variedade são comercializadas pela Ciprest sob encomenda. Não mantemos pronta entrega mudas cítricas. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos cortados

Detalhe dos frutos colhidos no pomar da Ciprest em Limeira-SP

Tamanho dos frutos



segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Longana ou Lichia Branca ( Dimocarpus longan )

LONGANA ou LICHIA BRANCA

( Dimocarpus longan ) - RNC 37552

(RNC Solicitado ao Mapa Brasília por Edilson Giacon em 01/08/2017 , protocolo JR310017896BR, concedido em 09/11/2017.)


Também conhecida como Olho de Dragão, a Longana é uma frutífera nativa dos países do sul da Ásia, entre eles China e Tailândia. Produz lindos frutos em pencas, de polpa sucosa e doce. Podem ser consumidos in-natura, sucos, doces, sorvetes e compotas.

Planta muito ornamental, pode ser utilizada em jardins e na arborização urbana. Muito produtiva, frutifica em grande quantidade de Janeiro a Março.

Opção de frutífera indispensável em qualquer pomar. Pode ser cultivada em vasos, desde que a muda plantada seja feita de Alporquia.

Seu sabor lembra muito ao da Lichia, porém a polpa é mais firme e seu sabor é um pouco mais doce. Ótima opção de frutífera para plantios comerciais, pois seus frutos tem boa aceitação comercial, e sua frutificação ocorre depois do fim da colheita da Lichia no Brasil.

Mudas formadas de sementes ou de alporquia são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Árvore carregada de frutos

Árvore de Longana utilizada na arborização urbana

Detalhe das pencas carregadas de frutos

Detalhe do tamanho dos frutos



domingo, 19 de fevereiro de 2017

Calicarpa de Frutos Roxos Anã ou American Beautyberry ( Callicarpa americana )

CALICARPA de FRUTOS ROXOS ANÃ ou AMERICAN BEAUTYBERRY

( Callicarpa americana)


Pequeno arbusto frutífero nativo do sul dos Estados Unidos, muito utilizado no paisagismo, devido ao grande feito ornamental dos seus lindos frutos de coloração roxa vibrante. Além do belo efeito ornamental, atrai grande quantidade de pássaros.

Seus frutos podem ser consumidos in-natura, porém em pequenas quantidades, pois são um pouco adstringentes. Também são utilizados em geleias e doces.

De porte pequeno, chega a ficar no máximo entre 1 a 2 metros de altura. Pode ser cultivado facilmente em vasos e frutificar em grande quantidade. Produz frutos principalmente entre os meses de Janeiro a Março, porém pode ocorrer outras frutificações durante o ano.

Planta de fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Gosta de solos férteis e úmidos, porém com boa drenagem. Começa a frutificar em menos de 1 ano após o plantio das mudas.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Frutos colhidos na Ciprest em Limeira-SP

Detalhe dos frutos na planta

Detalhe dos frutos

Detalhe de uma muda pequena em nosso viveiro já frutificando em grande quantidade

Dimensões dos frutos