terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Destaque: Feliz Natal 2018

DESTAQUE: FELIZ NATAL 2018


O Viveiro Ciprest deseja um Feliz Natal e um prospero ano novo a todos os nossos clientes e colaboradores!

Destaque para o nosso pinheiro de natal, decorado com frutos e flores da época, veja mais nas fotos abaixo:







domingo, 23 de dezembro de 2018

Vassourão Rubro ou Dodonaea ( Dodonaea viscosa ¨purpurea¨)

Vassourão Rubro ou Dodonaea Purpurea

( Dodonaea viscosa ¨purpurea¨ ) 




O Vassourão do Campo é nativo do Brasil e de outras partes do mundo. No Brasil, ele começa a ser utilizado em paisagismo, tanto como planta isolada, como em conjuntos ou cercas vivas, sendo comum em jardins mundo aforaPlanta muito rústica, somente não suportando locais sombreados, gostando de sol pleno. Podendo ser conduzida na forma arbustiva ou como arvoreta.  

Seleção:
No meio de plantas verdes nativas desta espécie, crescem  as raras plantas de folhas purpuras, que d
urante o ano, de acordo com a luminosidade, vai mudando a tonalidade em vários tons entre vermelho e vinho quase negro. Estas plantas mais rubras,  são selecionadas e reproduzidas, sendo de grande beleza nos jardins. 

É uma planta com florada melífera, adorada por pássaros para fazer ninhos e também utilizada em área rural, amarrando feixes de folhas, como vassoura natural.

O Viveiro Ciprest, iniciou a comercialização de mudas desta espécie.  www.ciprest.com.br 

Veja mais fotos abaixo:

Maciço

Conjunto

Cerca-viva

Quebra-vento

Em composição com outras plantas

Detalhe das folhas

Detalhe das folhas, flores e sementes.

Distribuição da espécie no mundo - Discover life

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Feijoa ou Goiaba Serrana ( Acca sellowiana )

FEIJOA ou GOIABA SERRANA

( Acca sellowiana ) - RNC 23373


Também conhecida como Goiaba Abacaxi, a Feijoa é uma frutífera brasileira nativa da Mata Atlântica das região sul do país, mais precisamente nas Matas dos Pinhais. De sabor muito agradável, tem polpa suculenta e doce, sendo que suas sementes são mastigáveis. Os frutos são muito aromáticos, e além do consumo in-natura, podem ser utilizados em sucos, geleias e sorvetes. Devido a casca dos frutos serem espessas e um pouco amarga, geralmente são consumidos com colher após serem cortados ao meio e descartada a parte mais firme.

Apesar de ser nativa do Brasil, é praticamente desconhecida no país, exceto na áreas onde se encontra nativa, e por pequenos plantios comerciais em Santa Catarina-SC. Já em países como Nova Zelândia, Austrália e Colômbia, seu cultivo se desenvolve a décadas, e esta fruta tem enorme sucesso comercial.

Arvoreta de copa baixa, dificilmente passa de 4 metros de altura. Planta muito ornamental, principalmente pelas bela florada. Pode ser cultivada em vasos grandes e também como cerca-vivas naturais, com poucas podas.

De fácil cultivo, deve ser plantada em solos férteis e úmidos, com boa drenagem. Gosta de regiões mais frias. As mudas começam a produzir frutos em 3 a 4 anos após o plantio.

O Viveiro Ciprest comercializa mudas desta espécie. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho do fruto

Detalhe das flores, sendo que suas pétalas são comestíveis.

Geleia Italiana de Feijoa adoçada com suco de uva.


Sendo vendida em feira livre no Exterior


Cosmético comercializado no exterior com nossa Goiaba Serrana. 


Matéria no Globo reporte, clique aqui para assistir.

Vídeo com Sabrina Sartori, apresentando a Feijoa ( Goiaba Serrana, Pineapple guava ) Clique aqui:



sábado, 15 de dezembro de 2018

Eucalipto Torelliana ( Eucalyptus ( Corymbia ) torelliana )

EUCALIPTO de TRONCO CINZENTO TORELLIANA

( Eucalyptus ( Corymbia ) torelliana )


Nativos das florestas de Queensland na Austrália, é conhecido localmente como Eucalipto Cadaga. Esta espécie acabou sendo difundido para outras partes do mundo, devido a ser plantada no século XIX, em áreas pantanosas nas proximidades de Roma na Itália, com objetivo de secar estas extensões e combater a malária existente na época. O nome mais comum da espécie se deve ao senador italiano L. Torelli, que foi o grande incentivador do plantio desses eucaliptos, para drenar tais pântanos na época.

Árvore de grande porte, chega a ficar de 15 a 30 metros de altura. Espécie de copa aberta, possui belíssimo tronco acinzentado ou azulado durante alguns meses do ano. Produz grande quantidade de flores brancas durante o inverno, que são atrativas para abelhas melíferas.

Planta muito ornamental para plantio em alamedas ou no paisagismo. Produz excelente sombra sob a copa. Uma das melhores variedades de eucalipto para plantio visando a produção de madeira.

Variedade rústica e de fácil cultivo, gosta de regiões de clima quente. Aceita a maioria dos solos, desde que haja boa drenagem. Seu crescimento é rápido.

Mudas desta espécie são comercializadas sazonalmente pela Ciprest. www.ciprest.com.br


Veja mais fotos abaixo:



Detalhe dos troncos

Detalhe da planta

Detalhe da planta



sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Pêssego Chiripá ( Prunus persica )

PÊSSEGO CHIRIPÁ

( Prunus persica ) - RNC 02337


Variedade de pessegueiro que produz frutos de tamanho médio, com polpa firme e que se solta facilmente do caroço, e de cor branca e levemente avermelhada no centro. Muito produtivo, tem baixa exigência de frio, sendo portanto uma boa opção para cultivo na região Sudeste. Seus frutos podem ser consumidos in-natura, sucos, geleias, sorvetes, compotas e doces.

Planta de fácil cultivo, deve ser plantada em solos férteis, com umidade constante, porém com boa drenagem. Plantar a pleno sol. Pode ser cultivado em vasos.

Para obter frutos maiores e de melhor qualidade, é necessário realizar uma poda anual no final de julho ou começo de agosto, época esta que a planta esta despida de folhas, e assim que estiver carregada de pequenos frutos ainda pequenos, é recomendado desbastar pela metade estes frutos. Clique aqui para carregar excelente livro digital sobre poda de frutíferas, da ESALQ (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz).

Atenção: No inverno esta planta perde todas as folhas para florescer, e posteriormente frutificar. Portanto não se assuste se a planta ficar com aparência "de morta", pois é um processo totalmente natural da espécie, sendo que no final do inverno ou no começo da primavera, esta irá brotar folhas novas vigorosamente!

Mudas enxertadas desta variedade são comercializadas sazonalmente pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos



quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Pêssego Joia ( Prunus persica )

PÊSSEGO JOIA

( Prunus persica ) - RNC 03244


Antiga variedade de pêssego de maturação precoce, o Pêssego Joia possui polpa de cor branca firme e saborosa. Muito produtivo, tem baixa exigência de frio, sendo portanto uma boa opção para cultivo na região Sudeste. Seus frutos podem ser consumidos in-natura, sucos, geleias, sorvetes, compotas e doces.

Planta de fácil cultivo, deve ser plantada em solos férteis, com umidade constante, porém com boa drenagem. Plantar a pleno sol. Pode ser cultivado em vasos.

Para obter frutos maiores e de melhor qualidade, é necessário realizar uma poda anual no final de julho ou começo de agosto, época esta que a planta esta despida de folhas, e assim que estiver carregada de pequenos frutos ainda pequenos, é recomendado desbastar pela metade estes frutos. Clique aqui para carregar excelente livro digital sobre poda de frutíferas, da ESALQ (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz).


Atenção: No inverno esta planta perde todas as folhas para florescer, e posteriormente frutificar. Portanto não se assuste se a planta ficar com aparência "de morta", pois é um processo totalmente natural da espécie, sendo que no final do inverno ou no começo da primavera, esta irá brotar folhas novas vigorosamente!

Mudas enxertadas desta variedade são comercializadas sazonalmente pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos



quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Pêssego Kampai ( Prunus persica )

PÊSSEGO KAMPAI

( Prunus persica ) - RNC 25444


Variedade de pessegueiro desenvolvida pela EMBRAPA, produz frutos levemente firmes de polpa branca e doce, de excelente sabor. Seu tamanho varia de médio a grande, e seus frutos são bastante coloridos. Planta que precisa de pouco frio para produzir, e com ciclo de maturação precoce em regiões quentes.

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho médio do fruto




terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Pêssego Fascínio ( Prunus persica )

PÊSSEGO FASCÍNIO

( Prunus persica ) - RNC 29630


Variedade de pessegueiro obtida através do cruzamento do Pêssego Chimarrita com a Nectarina Linda. Produz frutos grandes, de polpa esverdeada e de consistência firme, sendo de excelente sabor doce. Variedade com baixa exigência de frio e de boa produtividade.

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho médio dos frutos




domingo, 2 de dezembro de 2018

Cereja Européia ou Chilena ( Prunus avium )

CEREJA EUROPÉIA ou CHILENA

( Prunus avium )


Originária da Europa e amplamente cultivada no Chile, a Cereja Européia é uma fruta que há muito tempo é conhecida no país, sendo muito consumida in-natura, como nas mais diversas formas, sendo compotas, doces, recheios, caldas, etc. 

Infelizmente, praticamente todos os frutos que chegam no país são importados do Chile, Estados Unidos ou da União Européia, sendo nenhum de origem brasileira. Isso se deve ao seu cultivo no país ainda estar nos primórdios, sendo necessário ainda a seleção de espécies mais adaptadas e que necessitam de menos horas de frio para frutificar.

Apesar disso, temos o exemplo da oliveira, onde décadas atrás era impensável estas produzirem azeitonas no país, e após seleções e cultivos pioneiros, atualmente existem plantações relevantes em Minas Gerais-MG, de onde já se extrai azeites, frutos e derivados. Então acreditamos que no futuro a cereja européia poderá frutificar com sucesso no Brasil.

Comercializamos mudas enxertadas da cereja européia sazonalmente, de acordo com a disponibilidade, oriundas de produtores de Santa Catarina-SC e Rio Grande do Sul-RS.

 Na região onde esta localizado nosso viveiro em Limeira-SP, a cereja européia não costuma frutificar, entretanto no inverno de 2016, algumas mudas do nosso viveiro chegaram a produzir alguns frutos (veja nas fotos abaixo), e apesar de serem um pouco menores, tinham o mesmo sabor. Portanto em regiões mais frias do país ou de clima mais ameno, as chances da cerejeira frutificar são bem maiores!

Já o cultivo da planta é possível em praticamente todo o país, devendo ser plantada a pleno sol. Gosta de solos férteis e úmidos, com boa drenagem. Planta muito ornamental e de rápido crescimento.

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe do fruto em uma planta grande no viveiro, já perfeitamente aclimatada na região há uns 4 anos na época, e que no inverno de 2016 produziu frutos em Limeira-SP

Detalhe de uma muda que produziu frutos no inverno de 2016 no Viveiro Ciprest em Limeira-SP




sábado, 1 de dezembro de 2018

Abacate Margarida ( Persea americana )

ABACATE MARGARIDA

( Persea americana ) - RNC 03495


Variedade de Abacateiro de raça guatemalense, o Abacate Margarida pertence ao grupo A. Muito produtivo, seus frutos são de forma arredondada e de tamanho grande, chegando a pesar até 600 gramas. Com casca verde enrugada, possui excelente polpa verde clara ou amarela de cor clara, sem fibras. Podem ser consumidos in-natura, sucos, batidas, sorvetes e cremes. Variedade de maturação tardia, frutifica no período de agosto a novembro principalmente. Como todo os abacates, são ricos em vitaminas e muito nutritivos, além das muitas propriedades medicinais.

Planta rústica de fácil cultivo, deve se tomar maiores cuidados somente no primeiro ano após o plantio, onde o sombreamento parcial da planta é recomendado. Aceita a maioria dos solos, menos os encharcados. Deve ser plantada a pleno sol. Mudas desta espécie enxertadas começam a produzir frutos a partir do terceiro ano após o plantio.

O Viveiro Ciprest comercializa mudas enxertadas desta variedade/cultivar de abacateiro. www.ciprest.com.br

RECEITA: Maionese de Abacate:
300 a 500 gramas de polpa de abacate
Suco de 1 limão
8 colheres de sopa de água
1/2 xícara de chá de azeite de oliva
Sal, pimenta do reino e outras ervas a gosto
* Amassar a massa do abacate com um garfo ou no mixer agregando e misturando os ingredientes. 

Veja mais fotos abaixo:


 Detalhe do fruto cortado

  Detalhe dos frutos

 Tamanho médio do fruto