sábado, 10 de junho de 2017

Framboesa Silvestre ( Rubus rosifolius )

FRAMBOESA SILVESTRE

( Rubus rosifolius )


Pequena frutífera nativa do Brasil, que produz frutos de sabor muito agradável. Produz varias vezes ao ano, havendo maior intensidade de frutificação no período de Junho a Outubro. Seus frutos podem ser consumidos in-natura, sucos, geleias e sorvetes.

Planta arbustiva, cresce pouco mais de 1 metro de altura. Possui raízes superficiais, que soltam grande quantidade de rebrotas em volta da planta original, formando enormes moitas desde que seja plantada em local adequado.

Espécie que gosta de solo fértil, com bastante húmus e matéria orgânica (restos de folhas e galhos podres), e aprecia solos com umidade constante, porém drenados. Deve ser plantada em locais que incida sol filtrado durante o dia todo, ou somente algumas poucas horas nos períodos da manhã ou da tarde.

Esta framboesa também é conhecida como moranguinho silvestre, o que acaba sendo errado, pois as framboesas legítimas, quando colhidas, deixam a mostra um interior oco no fruto de onde saiu seu cabo de sustentação, que fica fixado na planta.

Muitas vezes as amoras silvestres também são confundidas com framboesas, porém, quando colhidas saem com cabinho, não formando a cavidade no fruto após a colheita.

A framboesa silvestre é adorada por pássaros e muito ornamental, soltando pequenas flores brancas em grande quantidade antes da frutificação. Pode ser plantada em vasos.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest sazonalmente. www.ciprest.com.br

COMO PLANTAR:
Framboesa tem raiz superficial, na natureza, nasce e cresce em local de solo raso, com bastante matéria orgânica, pedaço de madeiras, pedriscos e seixos e folhas em decomposição.
Também gosta de solo sempre úmido com ótima drenagem que o material acima de onde é nativa proporciona.

Só suporta sol forte, da parte da tarde em regiões de altitude e mais frias, no restante do Pais deve ser plantada em local que só incida sol pela manhã ou sol filtrado entre árvores.
Para plantar, prepare um canteiro, afofando bem a terra,  misturando esterco de gado ou composto orgânico, areia grossa de construção, se tiver folhas e gravetos podres ou em decomposição. Também pode ser utilizada serragem de madeira em decomposição.
Plante ela superficialmente, não enterrando além da terra da embalagem e tutore ela com uma estaca.
Pode ser feita uma cerquinha baixa , 1,30m com dois fios de arame para amarrar as ramas e manter no alto.
A amarração das ramas, pode ser feita com arame plastificado e não precisa caprichar muito, pois após o frutos amadurecerem, este ramo será cortado a 15cm do solo, brotos novos que produziram novos frutos, velhos geralmente secam após a frutificação.
Com frio intenso, geadas, pode ocorrer dos ramos todos secarem e quando começar a rebrotar do solo, estes devem ser podados.
Lembre de irrigar, mesmo os ramos estando secos, as raízes embaixo da terra continuam vivas e crescendo.
Abaixo uma pequena cerca, onde ramos são amarrados em um bambu que substitui o arame na cerca. 

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe do fruto cortado


Frutos colhidos no Sítio Ciprest em Limeira-SP

Detalhe dos frutos

Frutos após colheita


Tamanho dos frutos


Detalhe da florada


Detalhe do fruto

Suco de Framboesa Silvestre





Curiosidade

A framboesa silvestre apesar de extremamente rara, pode ser encontrada na natureza nas cores amarela e laranja. Ainda não conseguimos matrizes destas variações, porém no futuro talvez venhamos ter condições de comercializar mudas destas cores.

Framboesa Silvestre Amarela

Framboesa Silvestre Laranja



10 comentários:

  1. certamente prevone o cancer.e varias outras apatias fisicas pois de ter muita vitamina C ...tenho o quital cheio dela a 8 anos
    e estou deixando tomar conta.uma dadiva saborosa da natureza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, uma dieta com esta e muitas frutas, servirá para prevenir muitas enfermidades, as frutas são remédios naturais, ricas em vitaminas, fibras e outros princípios.

      Excluir
  2. Lá em Florianópolis tem muito dessa framboesa nos encostas dos morros. eu mesmo tenho dois pés aqui em São Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é uma fruta muito saborosa e em regiões que o solo mantém umidade constante com boa drenagem ela cresce como que nativa.

      Excluir
  3. A partir do fruto, como se planta a semente, já tentei de várias maneiras, não deu certo, ou eu tenho que pegar uma rama e plantar no vaso, quais os procedimentos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tinha essa framboesa em casa e se reproduzia com muita facilidade a partir da semente. Não precisava muita frescura, bastava colocar a fruta na boca, dissolver com a própria língua e jogar em locais variados. No tempo da chuva nasciam diversas mudas. Pode parecer nojento, mas deu certo. Isso eu experimentei também com romã e funcionou muito bem.

      Excluir
  4. Pertinho da minha casa tem, no canto do pasto de um vizinho! Já tentei plantar em mudas, mas sempre murcha em questão de horas, mesmo que o replantio seja com a mesma terra! Esta é minha amorinha favorita!

    ResponderExcluir
  5. Muito curioso, mas ela tem gosto ou semelhança tipo da Framboesa Européia (Rubus Idaeus)?

    ResponderExcluir
  6. bom dia eu ouvi um boato que o miolo dela e veneso posso contar isso como uma mentira pois como com miolo e tudo sem pensar dus veses

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tenho uma muda da framboesa silvestre plantada em vaso, as folhas estão bem verdinhas e a planta dá flor, mas o fruto não vinga... a flor é bem linda, mas chega a secar sem produzir fruta. O vaso fica na varanda, toma sol da tarde. O que eu faço para que ela dê fruto?

    ResponderExcluir