sexta-feira, 20 de abril de 2018

Marolo do Cerrado ( Annona crassiflora )

MAROLO do CERRADO

( Annona crassiflora ) - RNC 23452


Comercializamos mudas do legítimo Marolo do Sul de Minas Gerais, que também é encontrado em estado nativo, em praticamente todo o Cerrado brasileiro. Também conhecida como Anona do Cerrado, produz frutos grandes e perfumados, com polpa suculenta, doce e muito saborosa. Podem ser consumidos in-natura, sucos, sorvetes, doces e licores.

Árvore de tronco tortuoso, dificilmente passa de 6 metros de altura. Produz frutos no período de janeiro a abril, sendo que estes podem chegar a pesar até 3kg. Planta muito rústica, exige pouquíssimos tratos. Deve ser plantado a pleno sol, e jamais deve ser colocado calcário em sua cova.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos totalmente maduros, quando a casca adquire tonalidade marrom escura

Detalhe de um fruto de Marolo com quase 3 Quilogramas

Detalhe de um fruto de Marolo com quase 3 Quilogramas

Fruto de Marolo pesando 2.837 Kg

Variação de tamanho que pode ocorrer entre os frutos de Marolo

Detalhe de um fruto cortado

Tamanho de um fruto de Marolo

Tamanho de um fruto de Marolo


Folder explicando plantio:

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Pera Asiática ou Nashi ( Pyrus pyrifolia )

PERA ASIÁTICA ou NASHI

( Pyrus pyrifolia )


Variedade originária da Ásia, também é conhecida popularmente como Pera Japonesa. Produz grande quantidade de frutos de formato arredondado, com polpa suculenta de consistência mais firme. Frutos de ótimo sabor, que podem ser consumidos in-natura, sucos, compotas, geleias e doces.

Árvore de grande porte em sua origem nativa, no Brasil quando cultivada dificilmente passa de 5 metros de altura. Planta com folhagem e florada de cor branca, muito ornamental. Frutifica principalmente no período do verão.

Adapta-se em praticamente todo o território brasileiro, porém para frutificar satisfatoriamente, ela prefere climas mais amenos. A condução de seus galhos e podas no período certo, também são de grande importância para se obter maior frutificação.

Árvore frutífera de poucos cuidados, gosta de solos férteis e úmidos, com boa drenagem. Deve ser plantada a pleno sol. Mudas enxertadas começam a produzir frutos em 1 a 2 anos após o plantio.

Mudas enxertadas desta variedade são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Detalhe do fruto cortado

Tamanho médio do fruto





segunda-feira, 16 de abril de 2018

Kiwi Fêmea Monty ( Actinidia chinensis )

KIWI FÊMEA MONTY

( Actinidia chinensis ) - RNC 02371


Nativo do sudeste da China, o Kiwi foi introduzido no Brasil na década de 70. Atualmente é uma frutífera bastante adaptada ao país, já existindo diversos cultivares produtivos no país.

Esta variedade de Kiwi Fêmea chamada Monty, apresenta maturação tardia, e produz grande quantidade de frutos ovalados, levemente achatados na base. De excelente sabor, pode ser consumido in-natura, sucos, geleias, cremes e sorvetes.

O kiwizeiro deve ser plantado junto a cercas, pérgolas ou caramanchões, seguindo um espaçamento de 4 a 5 metros entre as plantas, para auxiliar seu crescimento de forma vigorosa.

Devido a sua florada possuir dois sexos (Macho e Fêmea), é necessário o plantio de exemplares masculinos junto as variedades femininas que produzem os frutos. ( O Viveiro Ciprest vende variedades de Kiwi Fêmea e Macho separadamente). A proporção para se obter uma excelente frutificação, é de 1 planta macho a cada 5 plantas fêmea.

Frutifica principalmente no período de abril a maio, porém pode ocorrer outras frutificações fora de época. Deve ser plantada a pleno sol.

Mudas de Kiwi Fêmea Monty são comercializadas sazonalmente pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Tamanho médio dos frutos




terça-feira, 10 de abril de 2018

Manga Rosa da Bahia ( Mangifera indica )

MANGA ROSA da BAHIA

( Mangifera indica )


Variedade de origem brasileira, a Manga Rosa da Bahia produz frutos de tamanho médio.  Sua polpa apresenta poucas fibras, e ótimo sabor doce. Pode ser consumida in-natura, sucos, doces, geleias, sorvetes e compotas.

Produz grande quantidade de frutos no período de dezembro a janeiro. Planta rústica de rápido crescimento e belo formato de copa, com porte médio. Mudas enxertadas podem ser cultivadas em vasos, começando a produzir em menos de 1 ano. De fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol. Aceita solos pedregosos ou secos.

Mudas enxertadas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho médio do fruto





domingo, 8 de abril de 2018

Abacate Fucks ou Pollock ( Persea americana )

ABACATE FUCKS ou POLLOCK

( Persea americana )


O Abacate de raça antilhana do grupo B Fucks, também conhecido como Pollock, é uma variedade muito produtiva com polpa levemente fibrosa. Seus frutos são grandes e saborosos. Podem ser consumidos in-natura, sucos, batidas, sorvetes e cremes. Variedade precoce, frutifica no primeiros meses do ano principalmente. Como todo os abacates, são ricos em vitaminas e em aspectos nutritivos, além das muitas propriedades medicinais.

Planta rústica de fácil cultivo, deve se tomar maiores cuidados somente no primeiro ano após o plantio, onde o sombreamento parcial da planta é recomendado. Aceita a maioria dos solos, menos os encharcados. Deve ser plantada a pleno sol. Mudas desta espécie enxertadas começam a produzir frutos a partir do terceiro ano após o plantio.

O Viveiro Ciprest comercializa sazonalmente mudas enxertadas desta variedade/cultivar de abacateiro. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Tamanho médio do fruto



sexta-feira, 6 de abril de 2018

Longana Tailandesa Biew Kiew ( Dimocarpus longan )

LONGANA TAILANDESA BIEW KIEW

( Dimocarpus longan ) - RNC 37552


Variedade de Longana de origem tailandesa, produz grande quantidade de frutos em cachos, de tamanho grande com sementes pequenas, de excepcional sabor. Ótima para consumo in-natura, sucos, compotas e sorvetes. Obs.: Os frutos das fotos foram gentilmente fornecidos pelo nosso amigo Adhemar Gomes do Frutas Raras.

Planta muito ornamental, pode ser utilizada em jardins e na arborização urbana. Opção de frutífera indispensável em qualquer pomar, ainda mais desta seleção de frutos grandes.

Seu sabor lembra muito ao da Lichia, porém a polpa é mais firme e seu sabor é mais doce. Ótima opção de frutífera para plantios comerciais, pois seus frutos tem boa aceitação comercial, e sua frutificação ocorre depois do fim da colheita da Lichia no Brasil.

Mudas desta variedade/cultivar são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho dos frutos em centímetros

Detalhe da polpa dos frutos e do caroço pequeno




quarta-feira, 4 de abril de 2018

Abacate Prince ( Persea americana )

ABACATE PRINCE

( Persea americana ) - RNC 02381


Originário da raça antilhana pertencente ao Grupo A, o Abacate Prince é uma variedade antiga de abacateiro, cultivada bastante no passado. Produtivo, seus frutos são te tamanho médio, sendo saborosos esem fibras, com massa firme. Podem ser consumidos in-natura, sucos, batidas, sorvetes e cremes. Variedade tardia, frutifica no período de junho a agosto principalmente. Como todo os abacates, são ricos em vitaminas e em aspectos nutritivos, além das muitas propriedades medicinais.

Planta rústica de fácil cultivo, deve se tomar maiores cuidados somente no primeiro ano após o plantio, onde o sombreamento parcial da planta é recomendado. Aceita a maioria dos solos, menos os encharcados. Deve ser plantada a pleno sol. Mudas desta espécie enxertadas começam a produzir frutos a partir do terceiro ano após o plantio.

O Viveiro Ciprest comercializa sazonalmente mudas enxertadas desta variedade/cultivar de abacateiro. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho médio do fruto




terça-feira, 3 de abril de 2018

Fruta de Jacu ( Duranta vestita )

FRUTA de JACU

( Durante vestita )


Nativa principalmente da floresta de Araucárias no Brasil, também é encontrada em algumas partes da Mata Atlântica. Arvoreta de pequeno porte, a Fruta de Jacu não passa de 5 metros de altura. Seus frutos servem de alimento para a avifauna, principalmente para os jacus.

Planta muito ornamental, além dos frutos, produz bela florada branca em grande quantidade. Pode ser utilizada como arvoreta na arborização urbana. Planta muito rústica, deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Aceita a maioria dos solos, menos os encharcados.

Mudas desta espécie serão comercializadas pela Ciprest a partir do segundo semestre de 2018. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe da planta em estado nativo

Detalhe da planta

Detalhe de penca de frutos na planta




segunda-feira, 2 de abril de 2018

Abacate Ouro Verde ( Persea americana )

ABACATE OURO VERDE

( Persea americana ) - RNC 03490


O Abacate Ouro Verde é um híbrido guatemalteco-antilhano pertencente ao grupo A. Muito produtivo, seus frutos são grandes, saborosos, sem fibras e com massa firme. Podem ser consumidos in-natura, sucos, batidas, sorvetes e cremes. Variedade tardia, frutifica no período de agosto a outubro principalmente. Como todo os abacates, são ricos em vitaminas e em aspectos nutritivos, além das muitas propriedades medicinais.

Planta rústica de fácil cultivo, deve se tomar maiores cuidados somente no primeiro ano após o plantio, onde o sombreamento parcial da planta é recomendado. Aceita a maioria dos solos, menos os encharcados. Deve ser plantada a pleno sol. Mudas desta espécie enxertadas começam a produzir frutos a partir do terceiro ano após o plantio.

O Viveiro Ciprest comercializa mudas enxertadas desta variedade/cultivar de abacateiro. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos





domingo, 1 de abril de 2018

Tamboril ou Orelha de Negro ( Enterolobium contortisiliquum )

TAMBORIL ou ORELHA de NEGRO

( Enterolobium contortisiliquum ) - RNC 24025


Árvore de grande porte e de rápido crescimento, nativa do Brasil. Apresenta copa e frondosa, que perde parte das folhas no inverno. Excelente para sombreamento no verão, nas épocas mais quentes. Uma ótima opção para uso no reflorestamento de áreas degradas.

Seus frutos secos que internamente acondicionam as sementes, possuem formato de uma orelha humana, por esse motivo é conhecida em muitas regiões como Orelha de Negro. Árvore muito rústica e de fácil adaptação, deve ser planta a pleno sol ou meia sombra. Aceita a maioria dos solos, menos os encharcados.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe da copa com folhas no verão

Detalhe da copa da árvore com menos folhas durante o começo do inverno

Detalhe das sementes na árvore

Detalhe das sementes (orelhas)