segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Calistemo Vermelho Erecto ( Callistemon citrinus )

CALISTEMO VERMELHO ERECTO

( Callistemon citrinus )


Também conhecido como Escova de Garrafa, o Calistemo Vermelho Erecto é uma pequena arvoreta, que chega no máximo a 6 metros de altura. Planta de grande valor ornamental, ideal para uso no paisagismo.

Produz grande quantidade de flores vermelhas, no formato de "escovas", de lindo efeito visual, que atrai beija-flores. Pode ser plantada de forma isolada, em conjuntos formando cerca-vivas ou grandes moitas. Ideal para arborização urbana, devido as suas raízes serem comportadas e suas folhas não caírem.

Planta de poucos cuidados, é bastante rústica. Deve ser plantada a pleno sol, aceitando a maioria dos solos. Também tolera climas mais frios.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe da flor

Utilizado como cerca viva

Cerca Viva de Calistemo

Como arvoreta



domingo, 30 de outubro de 2016

Chal-Chal ( Alophylus edulis )

CHAL-CHAL

( Alophylus edulis )


Árvore de médio porte nativa do Brasil, quando cultivada chega no máximo a 7 metros de altura, porém quando encontrada em estado nativo chega a ter até 15 metros de altura.

Produz pequenos frutos de polpa fina, suculenta e de sabor adocicado. Podem ser consumidos in-natura, sucos, geleias e licores. Considerada uma PANC (Planta Alimentícia Não Convencional).

Planta de rápido crescimento e frutificação, suas flores são melíferas e seus frutos são atrativos de diversas espécies de pássaros. Com manejo adequado pode ser cultivada em vasos. Frutifica de Novembro a Dezembro.

Muito ornamental, é ideal para uso no paisagismo e para arborização urbana. Também pode ser utilizada em reflorestamentos de áreas degradadas na região Sul e Sudeste, onde se encontra seu ambiente nativo.

Gosta de solo fértil com umidade constante, porém com boa drenagem. Plantar a pleno sol ou meia sombra. Inicia a frutificação em 2 a 3 anos após o plantio da muda.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:

Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos em grande quantidade após colheita

Pequena penca de frutos de Chal-Chal

Frutos em grande quantidade na árvore

Detalhe dos frutos na penca




sábado, 29 de outubro de 2016

Pessego Douradão ( Prunus persica )

PÊSSEGO DOURADÃO

( Prunus persica ) - RNC 02344


Variedade de pessegueiro de ótima qualidade, que apresenta grande beleza dos frutos e boa produtividade, e que aceita ser plantado em regiões mais quentes.

Seus frutos são doces e suculentos, de polpa amarela intensa e de tamanho grande. Com dupla finalidade, serve para consumo in-natura quando maduro, apresentando polpa amarela macia, e quando ainda verde,pode ser utilizado para conserva, sendo sua polpa amarela firme. Podem ser consumidos também em sucos, geleias, sorvetes, e doces.

Frutifica de Outubro a Novembro. Planta de médio porte, com florada muito ornamental, sendo uma planta de fácil cultivo, deve ser plantada em solos férteis com umidade constante, porém com boa drenagem. Pode ser cultivado em vasos.

Para obter frutos maiores e de melhor qualidade, é necessário realizar uma poda anual no final de julho ou começo de agosto, época esta que a planta esta despida de folhas, e assim que estiver carregada de pequenos frutos ainda pequenos, é recomendado desbastar pela metade estes frutos. Clique aqui para carregar excelente livro digital sobre poda de frutíferas, da ESALQ (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz).

Atenção: No inverno esta planta perde todas as folhas para florescer, e posteriormente frutificar. Portanto não se assuste se a planta ficar com aparência "de morta", pois é um processo totalmente natural da espécie, sendo que no final do inverno ou no começo da primavera, esta irá brotar folhas novas vigorosamente!

Mudas enxertadas começam a produzir em menos de 1 ano, após o plantio. O Viveiro Ciprest comercializa sazonalmente mudas desta variedade. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos de Pêssego Douradão


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Pitanga Preta Vinho ( Eugenia uniflora )

PITANGA PRETA VINHO

( Eugenia uniflora )


Pequena arvoreta ou arbusto nativo da Mata Atlântica, que produz frutos de coloração preta, com polpa de cor vinho intenso. Produz pequenos frutos de sabor doce, que podem ser consumidos in-natura, sucos, geleias, sorvetes, polpas e licores.

A pitangueira preta vinho produz frutos principalmente nos meses de Outubro a Janeiro, porém pode haver outras frutificações no decorrer do ano. Variedade rara de ser encontrada.

Planta de rápido crescimento e frutificação. Seu tamanho varia de 3 a 10 metros de altura, porém pode ser controlada com podas. Muito produtiva, pode ser cultivada também em vasos ou utilizada para bonsai.

Espécie que pode ser utilizada em reflorestamento de áreas degradas nas regiões Sul e Sudeste, onde é seu habitat natural. Planta de poucos cuidados, deve ser plantada a pleno sol e em solos com boa drenagem.

Mudas desta variedade são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos colhidos na Ciprest

Detalhe dos frutos negros com polpa vinho intensa

Detalhe dos frutos

Quando ainda não estão totalmente maduros os frutos apresentam coloração vinho por fora também

Pitanga Preta Vinho frutificando em grande quantidade na Ciprest

Detalhe dos frutos na árvore


quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Ipomeia Africana ( Stictocardia macalusoi )

IPOMEIA AFRICANA

( Stictocardia macalusoi )


Trepadeira muito vigorosa nativa da Somália, que produz lindas flores rosas de centro amarelo, em grande quantidade.
Floresce praticamente durante o ano todo.

Ideal para ser utilizada no paisagismo, plantada junto a cercas, pérgolas, arcos, muros e caramanchões. Caso necessário, seu crescimento vigoroso pode ser controlado com podas.

Planta muito rústica, aceita ser plantada em todos os tipos de solos, inclusive arenosos. Deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe das folhas e flores

Arco de Ipomeia Africana no Jardim Botânico Plantarum em Nova Odessa-SP






quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Ipê Amarelo Cascudo ( Tabebuia chrysotricha )

IPÊ AMARELO CASCUDO

( Tabebuia chrysotricha )


Árvore de médio porte nativa do Brasil, que produz exuberante florada amarela, no período entre Julho a Setembro. Ótimo para uso no paisagismo e para plantio em alamedas, entradas e na arborização urbana.

Planta de rápido crescimento, chega no máximo a 10 metros de altura, porém com podas esporádicas é possível controlar a altura, caso seja necessário.

Madeira de excelente qualidade, para uso em móveis, mourões de cercas, postes ou em usos diversos na construção civil. Seu tronco apresenta belo efeito visual, sendo utilizado para fixação de mudas de orquídeas, devido a sua casca grossa (cascuda). 

Além da tradicional casca, apresenta tronco e galhos retorcidos, onde muitas vezes, as pessoas o chamam de Ipê do Cerrado, pois realmente lembra muito o "Tabebuia aurea", considerado legítimo Ipê do Cerrado.

Este ipê quando perde as folhas no final do Outono e começo do Inverno, deixa passar sol, em um período de pouca luminosidade, mantendo vivo plantas e gramados sob sua copa. Espécie de poucos cuidados, deve ser plantada a pleno sol, aceitando a maioria dos solos, menos os encharcados.

Mudas desta espécie são comercializados pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Ótimo para arborização urbana

Detalhe das flores

Detalhe das flores

Detalhe da florada

Bosque de Ipê Amarelo Cascudo com cantinho aconchegante

Entrada com Ipês Amarelo Cascudo

Tronco com belo efeito

Ótimo opção para plantio em praças

Exuberante florada

Muro encurvado para manter o Ipê

Em estado nativo em Limeira-SP



terça-feira, 25 de outubro de 2016

Ipê Amarelo de Jardim ( Tecoma stans )

IPÊ AMARELO de JARDIM

( Tecoma stans )


Conhecido também como Ipê Mirim, o Ipê Amarelo de Jardim é uma árvore exótica nativa da América do Norte, apropriada para arborização urbana e uso no paisagismo.

Árvore de pequeno porte, cresce até 7 metros de altura, porém é facilmente controlado com podas esporádicas. Floresce quase o ano todo, sendo que suas flores atraem beija-flores.

Pode ser utilizada isoladamente, em grupos, formando cerca-viva ou para plantio em calçadas. Produz exuberante florada amarela em grande quantidade.

Planta muito rústica e de rápido crescimento, necessita de poucos tratos. Deve ser plantada a pleno sol.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Ótimo para arborização urbana




segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Ora-pro-nobis ou Trepadeira Limão ( Pereskia aculeata )

ORA-PRO-NOBIS ou TREPADEIRA LIMÃO

( Pereskia aculeata )


Conhecida também como Groselha de Barbados, a Ora-pro-nobis é uma trepadeira de rápido crescimento e frutificação. Produz frutos de sabor acidulado que são consumidos in-natura, sucos e xaropes.

Planta muito ornamental, possui folhas de coloração verde viva, e sua florada apesar de muito rápida, é belíssima, atraindo abelhas e borboletas.

Suas folhas e flores são comestíveis, sendo ricas em vitaminas e nutrientes. São consumidas refogadas, em saladas, junto a omeletes e tortas, entre muitos usos culinários. Devido ao grande beneficio nutricional de ser consumida, é conhecida popularmente como carne dos pobres. Também é uma Planta Alimentícia Não Convencional (PANC).

Ótima para ser plantada junto a cercas, muros, alambrados, pérgolas ou até mesmo como arbusto. Planta com grande quantidade de espinhos, sendo uma ótima opção de cerca-viva de divisas, pois é uma planta defensiva, sendo quase impossível transpô-la.

Planta de poucos cuidados, deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Aceita a maioria dos solos, inclusive os mais pobres.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe das flores

Detalhe das flores

Mourão de cerca totalmente coberto com a flores da Ora-pro-nobis na Ciprest

Cerca viva na Ciprest com Trepadeira Limão

Exuberante florada que atrai abelhas melíferas

Detalhe dos frutos do Ora-Pro-Nobis, também chamados de  Groselha de Barbados.








domingo, 23 de outubro de 2016

Araçá Pera ou Goiabão ( Psidium acutangulum )

ARAÇÁ PERA ou GOIABÃO - RNC25347

( Psidium acutangulum )


Nativo da região Amazônica, também é conhecido como Araçá do Pará ou Araçá do Amazonas. Produz frutos de sabor ácido, porém de gosto interessante. Ideal para consumo in-natura, em deliciosos sucos, geleias, sorvetes e compotas.

Planta muito ornamental, especialmente sua florada.Pode ser utilizada no paisagismo ou na arborização urbana. Começa a produzir em 2 anos após o plantio da muda. Seus frutos servem de alimento para a fauna.

De fácil cuidado, deve ser plantada a pleno sol. Aceita a maioria dos solos. Com podas esporádicas é possível cultiva-lo em vasos.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos colhidos na Ciprest

Frutos gigantes em formato de pera

Frutificando em grande quantidade em nossa árvore

Detalhe da florada

Detalhe de nosso exemplar no viveiro