quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Alamanda Amarela Arbórea ( Allamanda laevis )

ALAMANDA AMARELA ARBÓREA

( Allamanda laevis )


Variedade de alamanda nativa da caatinga brasileira, muito rara de ser encontrada no mercado. Foi utilizada em projetos de paisagismo por Burle Marx, quando este trouxe a espécie do sertão baiano.

Infelizmente até alguns anos atrás, esta bela alamanda estava esquecida, quem a reintroduziu no paisagismo, foi o arquiteto paisagista Arnaldo Rentes, no Projeto "Pomar Urbano", nas marginais do Rio Pinheiros, em São Paulo. Após este plantio, começou a haver uma maior procura pela espécie, embora seja quase insignificante seu uso, frente a grande beleza da planta.

Planta de formato muito exótico, lembra a mistura de um Jasmim Manga (Plumeira rubra) com uma Alamanda comum. Muito florífero, floresce quase o ano todo, com destaque na primavera e verão.

Seu crescimento é arbustivo, quando há espaço para crescimento lateral, ou arbóreo, quando plantada em locais mais limitados. Chega no máximo até 3 metros de altura.

Pode ser utilizada no paisagismo isolada ou formando grandes maciços. Também pode ser utilizada na arborização urbana.

Planta de fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol. Aceita a maioria dos solos, desde que tenham boa drenagem. Muito resistente a secas e maresia.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Utilizada no paisagismo sem podas

Detalhe das folhas ornamentais e das flores amarelas

Detalhe da florada




Nenhum comentário:

Postar um comentário