sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Quixabeira ( Sideroxylon obtusifolium )

QUIXABEIRA

( Sideroxylon obtusifolium ) - RNC 25527


Também conhecida como Quixaba ou Sapotiaba, é uma árvore frutífera de médio porte nativa da Caatinga e das restingas litorâneas do Brasil. Produz grande quantidade de pequenos frutos de casca lisa de cor negra-violácea. Estes quando bem maduros apresentam polpa suculenta e muito doce, de excelente sabor.

Muito apreciado nas regiões onde se encontra nativo, podem ser consumidos in-natura ou na forma de geleia. Frutifica durante o período de dezembro a fevereiro. Vale ressaltar que seus frutos devem ser consumidos bem maduros ou um dia após colhidos, pois estes são leitosos quando não totalmente maduros.

Planta com folhagem ornamental, apresenta copa densa e muito ramifica, e suas pequenas flores são perfumadas. Floresce no período de outubro a novembro. Espécie em risco de extinção devido a dificuldade de germinação de suas sementes, portanto é uma opção indispensável no reflorestamento de regiões litorâneas e de Caatinga.

Na ilha de Paquetá no Estado do Rio de Janeiro a Quixabeira quase se extinguiu devido a urbanização, sobrando poucos exemplares. Saiba mais sobre a Quixabeira de Paquetá, clique aqui.

Planta rústica de fácil cultivo, gosta de solos argilosos ou arenosos. Deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Começa a produzir frutos em 3 a 4 anos após o plantio das mudas.

O Viveiro Ciprest comercializa sazonalmente mudas desta espécie. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos e das folhas


Detalhe dos frutos cortados

Detalhe dos frutos e folhas

Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho dos frutos

Detalhe da florada

Detalhe dos frutos na planta

Detalhe dos frutos na planta

Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos




Um comentário: